Quadros

Quadros
"Monte a tela pois temos um modelo à mão."

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

.FRAGMENTOS.

.

Que seja
e sendo
seja infinito
no seu momento
breve a chama
mas intensa
na paixão do instante.
- GG
.




Estou à procura ,terreno vago
estação de mil naufrágios,
o mar deixa de ser mar

página obsedada,
uma morada é uma insônia,

Mas, mais longe, quem sabe mais longe?
Uma menina canta a contragosto

A um ser acerca de quem nunca se venha a saber se é si mesmo ou um outro.

Venham arrebatar do grão de sal a sede
que nenhuma bebida poderá mitigar.
Com as pedras, um mundo se devora
para ser, como eu, de parte alguma.







Vento, digo-lhes, vento.
E um pouco de areia no vento






.

Não se pode falar do deserto como de uma paisagem, pois ele é, apesar de sua variedade, ausência de paisagem.

Essa ausência concede a ele sua realidade


Não se pode pretender que o deserto seja o vazio, o nada. Não se pode, tampouco, pretender que ele seja o término, uma vez que ele é, igualmente, o começo.E.J








Se cada dia cai

Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência.

P.N
.




.
Mi vida es la película Una de ancho,
El templo no HACER
no hay nada que me dierón
bre que si usted quería ...
Soy una duración mínima de la vida,
muerta!

L.S




.CL.

.
Esse esforço que farei agora por deixar subir à tona um sentido qualquer que seja, esse esforço seria facilitado se eu fingisse escrever para alguém.
Mas receio começar à compôr para poder ser entendida pelo alguém imaginário,receio começar à "fazer" um sentido, com a mesma mansa loucura que até ontem era o meu modo sádio de caber num sistema.

.

E correr o risco de ser esmagada pelo acaso.
.




. .........

Era despudorada minha vontade. De me desepejar no segredos abertos dela: segredos que saberiam cantar sem pudores a assustadora melodia de meus obscuros. De nossas algemas.
.........




.

F.P

Entre o luar e a folhagem,
Entre o sossego e o arvoredo,
Entre o ser noite e haver aragem
Passa um segredo.
Segue-o minha alma na passagem.

Ténue lembrança ou saudade,
Princípio ou fim do que não foi,
Não tem lugar, não tem verdade,
Atrai e dói.
Segue-o meu ser em liberdade.

Vazio encanto ébrio de si,
Tristeza ou alegria o traz?
O que sou dele a quem sorri?
Nada é nem faz.
Só de segui-lo me perdi.


Obs.
Para:
C.Anjos Com carinho.


___________________________________________________


Que seja
e sendo
seja infinito
no seu momento
breve a chama
mas intensa
na paixão do instante.

- GG



http://picasaweb.google.com.br/lh/photo
.




FRAGMENTOS 1

Me quer ? Não me quer ? As mãos torcidas
os dedos

. despedaçados um a um extraio
assim tira a sorte enquanto

.no ar de maio
caem as pétalas das margaridas
Que a tesoura e a navalha revelem as cãs e
que a prata dos anos tinja seu perdão
.penso
e espero que eu jamais alcance
a impudente idade do bom senso


FRAGMENTOS 2

Passa da uma
você deve estar na cama
Você talvez
sinta o mesmo no seu quarto
Não tenho pressa
Para que acordar-te
com o
relâmpago
de mais um telegrama



.
FRAGMENTOS 3

O mar se vai
o mar de sono se esvai
Como se diz: o caso está enterrado
a canoa do amor se quebrou no quotidiano
Estamos quites
Inútil o apanhado
da mútua dor mútua quota de dano

.

FRAGMENTOS 4

Passa de uma você deve estar na cama
À noite a Via Láctea é um Oka de prata
Não tenho pressa para que acordar-te
com relâmpago de mais um telegrama
como se diz o caso está enterrado
a canoa do amor se quebrou no quotidiano
Estamos quites inútil o apanhado
da mútua do mútua quota de dano
Vê como tudo agora emudeceu
Que tributo de estrelas a noite impôs ao céu
em horas como esta eu me ergo e converso
com os séculos a história do universo







.

os budistas acreditam
que um grande espírito
pode reencarnar dividido
em mais de um
corpo

.

acredito, então
que fiquei com uma parte
do espírito de M-a-i-a-k-ó-v-s-k-i

.


a genialidade deve estar em outro
mas a inquietação está em mim

Um comentário:

  1. Teu blog esta lindo,
    a parte que esta indo
    pelo lirismo
    as palavras dançam,comovem.

    bjs

    ResponderExcluir